Linux repositories inspector
Utilit. de Arquivos GNU 4.0

manpages-pt

Portuguese Versions of the Manual Pages

manpages

Manual pages about using a GNU/Linux system

man-pages

Linux kernel and C library user-space interface documentation

NOME

dir_colors - arquivo de configuração para dircolors(1)

DESCRIÇÃO

O arquivo dir_colors contem informações de configuração para o programa dircolors(1) , o qual, por sua vez, provém informações de cor para ls(1). O arquivo é normalmente encontrado em /etc, embora os usuários possam manter uma cópia particular no seu diretório pessoal como .dir_colors.
O arquivo de configuração consiste de vários enunciados, um por linha. Qualquer coisa à direita da marca (#) é tratada com um comentário, se esta marca estiver no começo da linha ou for precedida por pelo menos um espaço. Linhas em branco são ignoradas.
A seção global do arquivo consiste de algum enunciado depois do primeiro enunciado TERM
.Qualquer enunciado na seção global do arquivo é considerado válido para todo tipo de terminal. Seguindo a seção global é uma ou mais seções terminal-specific , as quais são precedidas por um ou mais enunciados TERM , o qual especifica o tipo de terminal (como fornecido pela variável de ambiente TERM ) nas seguintes declarações aplicadas. Ele permite sobrescrever a declaração global por uma subseqüente especificação de terminal.
Os enunciados seguintes são reconhecidos, tipo da letra é insignificante:
TERM terminal-type
Inicia a seção de especificação de terminal e especifica em qual terminal ela se aplica. Múltiplos enunciados TERM podem ser usados para criar uma seção que pode ser aplicada para vários tipos de terminal.
COLOR yes|all|no|none|tty
Especifica que colorização deveria ficar sempre disponível (yes ou all), nunca disponível (no ou none) ou disponível somente se a saída for um terminal (tty). O padrão é no.
EIGHTBIT yes|no
Especifica que caracteres de oito bits da ISO 8859 deverian estar disponíveis por padrão. Pode por razões de compatibilidade ser especificado como 1 para yes ou 0 para no. O padrão é no.
OPTIONS options
Adiciona opções de comando de linha para o comando de linha padrão ls
.As opções pode ser quaisquer opções válidas do comando de linha ls , e devem incluir o sinal de menos em primeiro lugar. Favor notar que dircolors não verifica a validade destas opções.
NORMAL color-sequence
Especifica a cor usada para texto normal (não nome de arquivo).
FILE color-sequence
Especifica a cor usada para arquivos regulares.
DIR color-sequence
Especifica a cor usada para diretórios.
LINK color-sequence
Especifica a cor usada para ligações simbólicas.
ORPHAN color-sequence
Especifica a cor usada para uma ligação simbólica orfã (a qual aponta para um arquivo inexistente). Se isto não for especificado, ls irá usar a cor do LINK no lugar.
MISSING color-sequence
Especifica a cor usada para um arquivo perdido (um arquivo inexistente o qual todavia tem uma ligação simbólica apontado para si). Se isto não for especificado, ls irá usar a cor do FILE no lugar.
FIFO color-sequence
Especifica a cor usada por um FIFO (pipe nomeado).
SOCK color-sequence
Especifica a cor usada por um socket.
BLK color-sequence
Especifica a cor usada por um arquivo especial de bloco.
CHR color-sequence
Especifica a cor usada por um arquivo especial de caractere.
EXEC color-sequence
Especifica a cor usada por um arquivo executável.
LEFTCODE color-sequence
Especifica o left code para terminais que não são terminais ISO 6429 (veja abaixo).
RIGHTCODE color-sequence
Especifica o right code para terminais que não são terminais ISO 6429 (veja abaixo).
ENDCODE color-sequence
Especifica o end code para terminais que não são terminais ISO 6429 (veja abaixo).
*extension color-sequence
Especifica a cor usada para qualquer arquivo que termine com extension.
.extension color-sequence
De forma semelhante *.extension. Especifica a cor usada por qualquer tipo de arquivo que termine com a extensão.extension. Note que o ponto é incluído na extensão, o qual torna impossível especificar uma extensão que não inicia com um ponto, assim como ~ para arquivos de recuperação do emacs. Esta forma poderia ser considerada obsoleta.

SEQÜENCIA DE CORES (ANSI) ISO 6429

A maioria do terminais ASCII com capacidade de cor usam a seqüencia de cores (ANSI) ISO 6429, e muitos terminais simples sem capacidade de cor, incluindo xterm e o largamente usado e copiado DEC VT100, irão reconhecer os códigos de cores ISO 6429 e de forma inofensiva remove elas a partir da saída ou as emula. ls usa o código ISO 6429 por padrão, assumindo que a colorização está ativada.
As seqüencias ISO 6429 de cores são compostas de seqüencias de números separados por ponto e vírgula. Os códigos mais comuns são:
 0     para restaurar a cor padrão
 1     para cor brilhante
 4     para sublinhar o texto
 5     para fazer o texto pisca
30     negro para o fundo mais próximo
31     primeiro plano em vermleho
32     primeiro plano em verde
33     primeiro plano em amarelo (ou marrom)
34     primeiro plano em azul
35     primeiro plano em púrpura
36     primeiro plano em azul-esverdeado
37     primeiro plano em branco (ou cinza)
40     segundo plano em preto
41     segundo plano em vermelho
42     segundo plano em verde
43     segundo plano em amarelo (ou marrom)
44     segundo plano em azul
45     segundo plano em púrpura
46     segundo plano em azul-esverdeado
47     segundo plano em branco (ou cinza)
Nem todos os comando irão trabalhar em todos os sistema ou dispositivos de vídeo.
ls usa os seguintes padrões:
NORMAL   0       Texto normal (não é um nome de arquivo)
FILE     0       Arquivo normal
DIR      32      Diretório
LINK     36      Ligação simbólica
ORPHAN   undefined       Ligação simbólica orfã
MISSING  undefined       Arquivo perdido
FIFO     31      Pipe nomeado (FIFO)
SOCK     33      Socket
BLK      44;37   Dispositivo de bloco
CHR      44;37   Dispositivo de caractere
EXEC     35      Arquivo executável
Alguns programas de terminal não reconhecem o padrão apropriadamente. Se todo texto é estiver colorizado depois de você exibir um listagem de diretório, altere os códigos NORMAL e FILE para o código numérico normal nas cores de primeiro e segundo planos.

OUTROS TIPO DE TERMINAIS (CONFIGURAÇÕES AVANÇADAS)

Se você tem um terminal capaz de exibir cores (ou de outra forma sublinhar) (ou impressora) que usa um conjunto de códigos de cores diferentes, você pode ainda gerar uma codificação adequada. Para funcionar assim você terá que usar as definições LEFTCODE, RIGHTCODE, e ENDCODE.
Quando estiver escrevendo um nome de arquivo, ls gerá a seguinte seqüencia de saída: LEFTCODE typecode RIGHTCODE filename ENDCODE, onde o typecode é a seqüencia de cores que depende do tipo ou nome do arquivo. Se o ENDCODE e indefinido, a seqüencia LEFTCODE NORMAL RIGHTCODE será usada no lugar. O propósito dos left(right)codes é meramente para reduzir a quantidade de impressão necessária (e para esconder os feios códigos de saída vindo do usuário). Se eles não são apropriados para seu terminal, você pode eliminá-los pela especificação da respectiva palavra-chave da linha para si mesma.
NOTA: Se o ENDCODE é definido na seção global do arquivo de configuração, ele não pode estar indefinido na seção terminal-specific do arquivo. Isto significa que qualquer definição NORMAL não vai ter qualquer efeito. Um código ENDCODE pode de qualquer forma ser especificado, o qual deverá ter o mesmo efeito.

ESCAPE SEQUENCES

Para especificar caracteres de controle ou vazios na seqüencia de cor ou nas extensões do nome de arquivos, uma das notações no estilo C ou \-escaped, ou estilostty podem ser usadas. A notação no estilo C inclui os seguintes caracteres:
\a      Sinal sonoro (ASCII 7)
\b      Tecla de retorno (ASCII 8)
\e      Tecla de saída (ASCII 27)
\f      Puxar folha (ASCII 12)
\n      Nova linha (ASCII 10)
\r      Retorno de carro (ASCII 13)
\t      Tabulação (ASCII 9)
\v      Tabulação vertical (ASCII 11)
\?      Apaguar (ASCII 127)
\nnn Qualquer caractere (número octal)
\xnnn        Qualquer caractere (número hexadecimal)
\_      Espaço
\\     Barra invertida (\)
\^      Circunflexo (^)
\#      Símbolo (#)
Por favor note que saídas são necessárias para entrar um espaço, barra invetida, circunflexo ou qualquer outro caractere de controle em qualquer lugar de um cadeia de caracteres, e assim como um símbolo # no primeiro caractere.

NOTAS

Esta página descreve dir_colors como se encontra no pacote Utilitários de Arquivos 4.0; outras versões podem ser um pouco diferentes. Envie correções e adições para . Relatório de problemas no programa para .

VEJA TAMBÉM

dircolors(5), ls(1), stty(1), xterm(1)

ARQUIVOS

O arquivo de configuração de todo o sistema para
dircolors é encontrado em /etc/dir_colors .
O arquivo de configuração de cada usuário para
dircolors é encontrado em /~/dir_colors .

TRADUZIDO POR LDP-BR em 21/08/2000.

André L. Fassone Canova <> (tradução) Roberto Selbach Teixeira <> (revisão)

REFERENCED BY

⇧ Top