Linux repositories inspector
wesnoth
2013

wesnoth

fantasy turn-based strategy game - complete suite (metapackage)

wesnoth-data

A turn-based strategy game on a fantasy world (data files)

NOME

Wesnoth — A Batalha por Wesnoth, um jogo de estratégia num mundo de fantasia por turnos

SINOPSE

wesnoth [opções] [diretório_de_dados]

DESCRIÇÃO

Battle for Wesnoth é um jogo de estratégia em turnos num mundo de fantasia.
Derrota todos os líderes inimigos usando um grupo bem escolhido de tropas, tendo o cuidado de gerir os teus recursos de ouro e aldeias. Todas as unidades têm os seus próprios pontos fortes e fracos, para ganhar, implanta as tuas forças da melhor maneira negando os teus inimigos a possibilidade de fazer o mesmo. Conforme as unidades ganham experiência, adquirem novas habilidades e tornam-se mais poderosos. Joga no teu próprio idioma e teste a tua habilidade contra um oponente de computador inteligente, ou junta-te à ampla comunidade de Wesnoth de jogadores online. Cria as tuas próprias unidades personalizadas, cenários ou campanhas, e compartilhá-las com os outros.

OPÇÕES

--bpp number
define o valor de Bits Por Pixel. Por exemplo:—-bpp 32
-c, --campaign [<campanha>]
vai directamente para a campanha com base nos parâmetros. Podes escolher a campanha de uma lista se não especificaste nenhuma. Nota: Ao usar esta opção por favor, verifique se especificaste o caminho do directório de dados como o argumento final, caso contrário o jogo vai tomar a ID da campanha / cenário como os dados padrão.
--campaign-difficulty [<dificuldade>]
A dificuldade da campanha escolhida (1 até o número máximo). Se nenhuma for especificada, terás de escolher uma em jogo.
--campaign-scenario <nome do cenário>
A ID do cenário da campanha escolhida. Por predefinição o primeiro cenário.
--data-dir <directório>
substituirá o directório de dados com o especificado
--data-path
imprime o nome do directório de dados e termina.
-d, --debug
possibilita opções de comando adicionais de modo em-jogo (veja a página wiki em http://www.wesnoth.org/wiki/CommandMode para mais informações sobre o modo de comando).
-e, --editor file
inicia o editor de mapas directamente. Se o ficheiro for especificado é equivalente a -l --load
--fps mostra o número de imagens por segundo jogo, o está atualmente em execução, a um canto da tela.
-f, --fullscreen
executa o jogo em modo de ecrã inteiro.
--gunzip infile.gz
descomprime um arquivo que possa estar em formato gzip e armazena-o sem o sufixo .gz. O arquivo infile.gz é então removido.
--gzip infile
arquiva um ficheiro em formato gzip, guarda-o como ficheiro incluído.gz e remove ficheiro incluído.
-h, --help mostra um resumo das opções de linha de comando para a saída padrão e sai.
-l, --load file
Abre o jogo gravado arquivo da pasta de jogos gravados padrão. Se a opção -e ou o --editor também for usada, inicia o editor com o mapa de arquivo aberto. se for uma pasta, o editor vai iniciar com um diálogo para escolher um mapa.
--log-nível=domínio1,domínio2,...
Ajusta o nível de severidade dos domínios de log. all (tudo) pode ser usado para qualquer domínio de log. Níveis disponíveis: error (erro), warning (aviso), info (informação), debug (depuração). O nível padrão é error.
--logdomains [filtro]
lista todos os domínios de log (mas só aqueles contidos em filtro se usado) e sai
--max-fps o número de frames por segundo que o jogo pode mostrar, o valor deve estar entre 1 e 1000, por defeito é 50.
-m, --multiplayer
inicia um jogo em rede. Existem opções adicionais que podem ser usados em conjunto com este comando conforme explicado abaixo. E só estas opções adicionais podem seguir --multiplayer.
--no-delay
executa o jogo sem atrasos para benchmark de gráficos. É selecionado automaticamente pela opção --nogui.
--nocache
desabilita a cache de dados do jogo.
--nomusic
inicia o jogo sem música.
--nosound
inicia o jogo sem som nem música.
--path imprime o nome do directório de dados e sai.
-p, --preprocess <ficheiro base/pasta> <directório alvejado>
processa um ficheiro/directório especifico. Para cada ficheiro será escrito um documento .cfg simples e um processado no directório indicado. Se uma pasta for indicada, será processada de acordo com as regras de processamento conhecidos. Os macros comuns em “data/core/macros” serão processados antes de qualquer outro recurso. Por exemplo: -p ~/wesnoth/data/campaigns/tutorial ~/result . Para mais detalhes em como funciona o processador visita “http://wiki.wesnoth.org/PrepocessorRef#Command-line_prepocessor”.
--preprocess-defines=DEFINE1,DEFINE2,etc
Um lista continua separada por virgula de definições usado pelo comando “--prepocess”. Se SKIP_CORE estiver na lista o directório “data/core” não irá ser carregado.
--preprocess-input-macros <source file>
usado apenas pelo comando “--prepocess”. Especifica o ficheiro que contem [definições_predefinidas] para serem incluídos antes de carregar o jogo.
--preprocess-output-macros [<target file>]
apenas usado pelo comando “--prepocess”. Irá imprimir todas as macros lidas no ficheiro alvo. Se o ficheiro não for indicado será escrito um com o nome _MACROS_.cfg no directório processado. Isto deve ser indicado antes do comando “--prepocess”.
-r XxY, --resolution XxY
configura a resolução do ecrã. Por exemplo: -r 800x600
-s, --server [hospedeiro]
conecta ao servidor especificado se existir, caso contrário, conecta ao primeiro servidor das preferências. Exemplo: --server server.wesnoth.org
--username<username>
usa o <nome> quando ligar ao servidor, ignorando as outras preferências.
--password<password>
usa a <palavra-passe> quando ligar ao servidor, ignorando as outras preferências. Inseguro.
--strict-validation
erros de validação são tratados como fatais.
-t, --test inicia o jogo com um pequeno cenário de teste.
--userconfig-dir nome
define o diretório nome do utilizador em $HOME ou “Os meus Documentos\Os Meus Jogos” em Windows. Também podes especificar o caminho absoluto para as configurações fora de $HOME ou “Os meus Documentos\Os Meus Jogos”. Em sistemas X11 este indica por predefinição até $XDG_CONFIG_HOME ou $HOME/.config/wesnoth, nos outros sistemas operativos ao diretório do utilizador.
--userconfig-path
imprime o caminho da pasta de configurações de usuário e sai.
--userdata-dir nome
define o directório nome do utilizador em $HOME ou “Os meus Documentos\Os Meus Jogos” em Windows. Também podes especificar o caminho absoluto para as configurações fora de $HOME ou “Os meus Documentos\Os Meus Jogos”.
--userdata-path
imprime o caminho da pasta de configurações de usuário e termina.
--validcache
assume que a cache é válida. (perigoso)
-v, --version
mostra o número de versão e sai.
-w, --windowed
inicia o jogo em modo de janela.
--with-replay
inicia uma revisão do jogo carregado com a opção --load.

Opções para --multiplayer

As opções específicas para equipas em modo de rede estão marcadas com <número>. <número> deve ser substituído pelo número de uma eqiuipa. Normalmente esse número é 1 ou 2, mas isso depende do número de jogadores permitidos no cenário escolhido.
--ai_confignúmero=valor
seleciona um arquivo de configuração para carregar para o controlador de IA para esta equipa.
--algorithmnúmero=valor
Escolhe um algoritmo não padrão para ser usado pelo controlador da IA para esta equipa. Valores possíveis: idle_ai e sample_ai.
--controllernúmero=valor
seleciona quem controlará esta equipa. Valores disponíveis: human e ai.
--era=valor
usa esta opção para jogar a era selecionada em vez da Padrão. A era é escolhida pela id. Eras são descritas num ficheiro em data/multiplayer/eras.cfg
--exit-at-end
sai quando o cenário acabar, sem mostrar um dialogo de vitória/derrota que requer a interação do usuário. Também é usado para benchmarking preconfigurado.
--ignore-map-settings
não usar definições do mapa, ao invés usar valores personalizados
--multiplayer-repeat=valor
Repete um jogo em rede valor vezes. Melhor usado em conjunto com --nogui para scripts e benchmarking.
--nogui inicia o jogo sem uma IGU. Tem de aparecer antes de --multiplayer para ter o efeito desejado.
--parmnúmero=nome:valor
Configura parâmetros extras para esta equipa. Esta opção depende das opções usadas com --controller e --algorithm. Só terá utilidade para quem cria a sua própria IA. (ainda não está completamente documentado)
--scenario=valor
selecionada o cenário em rede pela id. O cenário padrão é multiplayer_The_Freelands.
--sidenúmero=valor
seleciona a fação a partir da era atual com base da sua id. Fações são configuradas num ficheiro data/multiplayer.cfg
--turns=valor
indica o número de turnos para o cenário escolhido. Por predefinição é 50.

ESTADO DE SAÍDA

O estado normal de saída é 0 (zero). Um estado de 1 indica um erro (SDL, vídeo, tipo de letra, etc) de inicialização. Um estado de 2 indica um erro com as opções da linha de comando.

AUTOR

Escrito por David White <>.
Editado por Nils Kneuper <>, ott <> e Soliton <>.
A página do manual foi escrita originalmente por Cyril Bouthors <>.
Visita a página oficial do projeto: http://www.wesnoth.org/

DIREITOS DE AUTOR

Copyright © 2003-2013 David White <>
Este programa é Software Livre; este programa esta licenciado sob a GPL versão 2, conforme publicada pela Free Software Foundation. NÃO há QUALQUER garantia para o programa; nem mesmo a garantia de COMERCIALIZAÇÃO, e as de ADEQUAÇÃO A QUALQUER PROPÓSITO.

VER TAMBÉM

⇧ Top