Linux repositories inspector
Linux

manpages-pt

Portuguese Versions of the Manual Pages

manpages

Manual pages about using a GNU/Linux system

man-pages

Linux kernel and C library user-space interface documentation

NOME

hier - Descrição da hierarquia de sistema de arquivos

DESCRIÇÃO

Um sistema Linux típico tem os seguintes diretórios, entre outros:
/ Este é o diretório root (raiz). É nele que começa a árvore inteira.
/bin Este diretório contém programas executáveis que são necessários no modo "single user" e recuperam ou reparam o sistema.
/boot Contém arquivos estáticos para o carregador de boot. Este diretório somente mantém os arquivos que são necessários durante o processo de boot. Os arquivos do instalador de mapas e de configuração deveriam ir para /sbin e /etc.
/dev Arquivos especiais ou de dispositivo, que se refere a dispositivos físicos. Veja mknod(1).
/dos Se o MS-DOS e o Linux estão rodando juntos em um computador, este é um lugar típico para se montar um sistema de arquivos do DOS.
/etc Contém arquivos de configuração que são locais para a máquina. Alguns pacotes de softwares maiores, como o X11, podem ter seus próprios subdiretórios abaixo de /etc. Arquivos de configuração geral podem ser colocados aqui ou em /usr/etc. Contudo, programas deveriam sempre procurar esses arquivos em /etc e você pode ter links para esses arquivos em /usr/etc.
/etc/skel
Quando é criada uma nova conta de usuário, os arquivos deste diretório geralmente são copiados para o diretório "home" do usuário.
/etc/X11
Arquivos de configuração do sistema de janelas X11.
/home Em máquinas com diretório "home" para usuários, estes geralmente estão abaixo deste diretório, diretamente ou não. A estrutura deste diretório depende de decisões da administração local.
/lib Este diretório deveria manter aquelas bibliotecas compartilhadas que são necessárias para realizar o boot do sistema e rodar os comandos no sistema de arquivos do root.
/mnt é um ponto de montagem para sistemas de arquivos montados temporariamente
/proc Este é um ponto de montagem para o sistema de arquivos proc , que fornece informação sobre processos rodando e o kernel. Este pseudo-sistema de arquivos é descrito em mais detalhes em proc(5).
/sbin Da mesma forma que /bin, este diretório mantém comandos necessários para realizar o boot do sistema, mas que geralmente não são executados por usuários normais.
/tmp Este diretório contém arquivos temporários que podem ser apagados sem nenhuma notificação, tais como por serviços regulares ou no boot do sistema.
/usr Este diretório geralmente montado a partir de uma partição separada. Ele deveria manter somente dados compartilháveis e apenas de leitura, de forma que possa ser montado por várias máquinas rodando Linux.
/usr/X11R6
O sistema X-\Window, versão 11, distribuição 6.
/usr/X11R6/bin
Binários que pertencem ao sistema X-Windows; frequentemente, há um link simbólico de um /usr/bin/X11 mais tradicional para este ponto.
/usr/X11R6/lib
Arquivos de dados associados com o sistema X-Windows.
/usr/X11R6/lib/X11
Estes contém arquivos variados necessários para rodar o X; frequentemente, há um link simbólico de /usr/lib/X11 para este diretório.
/usr/X11R6/include/X11
Contém arquivos de inclusão necessários para compilar programas usando o sistema de janelas X11. Frequentemente, há um link simbólico de /usr/include/X11 para este diretório.
/usr/bin
Este é o diretório primário para programas executáveis. Muitos programas executados por usuários normais que não são necessários para o boot, ou para a reparação do sistema, e que não são instalados localmente, devem ser colocados neste diretório.
/usr/bin/X11
é o lugar tradicional para procurar executáveis X11’no Linux, ele geralmente é um link simbólico para /usr/X11R6/bin.
/usr/dict
Este diretório mantém arquivos contendo listas de palavras para verficadores ortográficos.
/usr/doc
Você deveria procurar documentação sobre pacotes de softwares instalados neste deretório.
/usr/etc
Arquivos de configuração gerais a serem compartilhados entre várias máquinas podem ser armazenados neste diretório. Porém, os comandos deveriam sempre referenciar aqueles arquivos usando o diretório /etc
.Links de arquivos em /etc deveriam apontar para os arquivos apropriados em /usr/etc.
/usr/include
Arquivos de inclusão para o compilador C.
/usr/include/X11
Arquivos de inclusão para o compilador C e o sistema X-Windows. Geralmente este é um link simbólico para /usr/X11R6/include/X11.
/usr/include/asm
Arquivos de inclusão que declaram algumas funções de assembladores. Este costuma ser um link simbólico para /usr/src/linux/include/asm.
/usr/include/linux
Este contém informação que pode mudar de uma distribuição de sistema para outro, e costuma ser um link simbólico para /usr/src/linux/include/linux para obter informação específica do sistema operacional.
(Note que se poderia ter arquivos de inclusão que funcionem corretamente com a libc corrente e no espaço de usuário. Porém, os fontes do kernel do Linux não são projetados para serem usados com programas de usuário e não sabe nada sobre a libc que você está usando. É muito provável que as coisas darão problemas se você deixar /usr/include/asm e /usr/include/linux apontarem para uma árvore de kernel aleatória. Sistemas Debian não fazem isso e usam cabeçalhos de uma versão conhecida de um bom kernel, fornecida no pacote libc*-dev.)
/usr/include/g++
Arquivos de inclusão para usar com o compilador GNU C++.
/usr/lib
Bibliotecas de objeto, incluindo bibliotecas dinâmicas, mais alguns executáveis que geralmente não são invocados diretamente. Programas mais complicados podem ter subdiretórios inteiros ali.
/usr/lib/X11
O lugar usual para arquivos de dados associados com programas X, e arquivos de configuração para o próprio sistema X. Em Linux, geralmente é um link simbólico para /usr/X11R6/lib/X11.
/usr/lib/gcc-lib
contém executáveis e arquivos de inclusão para o compilador GNU C, gcc(1).
/usr/lib/groff
Arquivos para o sistema de formatação de documentos GNU groff.
/usr/lib/uucp
Arquivos para uucp(1).
/usr/lib/zoneinfo
Arquivos para informação de fusos horários.
/usr/local
Aqui é onde vão tipicamente os programas que são locais para o site.
/usr/local/bin
Binários para programas que são locais para o site vão ali.
/usr/local/doc
Documentação local
/usr/local/etc
Arquivos de configuração associados com programas instalados localmente vão ali.
/usr/local/lib
Arquivos associados com programas instalados localmente vão ali.
/usr/local/info
Páginas de informação associadas com programas instalados localmente vão ali.
/usr/local/man
Páginas de manual associados com programas instalados localmente vão ali.
/usr/local/sbin
Programas instalados localmente para administração do sistema.
/usr/local/src
Código fonte para software instalado localmente.
/usr/man
Páginas de manual vão ali, para seus subdiretórios.
/usr/man/<locale>/man[1-9]
Esses diretórios contêm páginas de manual que estão na forma de código fonte. Sistemas que usam uma única linguagem e conjunto de códigos para todas as páginas de manual podem omitir a substring <locale>
/usr/sbin
Estes diretórios contêm binários de programas para administração de sistema, que não são essenciais para o processo de boot, para a montagem de /usr, ou para a reparação do sistema.
/usr/share
Este diretório contém subdiretórios com dados específicos de aplicações, que podem ser compartilhados entre diferentes arquiteturas do mesmo SO. Frequentemente alguém achará material que deveria estar em /usr/doc or /usr/lib or /usr/man.
/usr/src
Arquivos fonte para diferentes partes do sistema, incluídos com alguns pacotes para propósitos de referência. Não funciona aqui com seus próprios projetos, pois os arquivos abaixo de usr deveriam ser somente-leitura, exceto durante a instalação de software.
/usr/src/linux
Este têm sido o lugar tradicional onde os fontes do kernel são desempacotados. Isto foi importante em sistemas em que /usr/include/linux era um link simbólico aqui. Agora, você provavelmente deveria usar outro diretório para a construção do kernel.
/usr/tmp
Um lugar alternativo para armazenar arquivos temporários; isto deveria ser um link para /var/tmp. Este link está presente somente por razões de compatibilidade e não deveria ser usado.
/var Este diretório contém arquivos que podem mudar de tamanho, tais como arquivos de spool e log.
/var/adm
Este diretório é sobreposto por /var/log e deveria ser um link simbólico para /var/log.
/var/backups
Este diretório é usado para guardar cópias de backup de arquivos de sistema importantes.
/var/catman/cat[1-9]
Esses diretórios contêm páginas de manual pré-formatados, de acordo com suas seções de manual.
/var/lock
Arquivos de travamento são colocados neste diretório. A convenção de nomenclatura para arquivos de travamento de dispositivos é LCK..<device> onde <device> é o nome do dispositivono sistema de arquivos. O formato usado é o dos arquivos de travamento HDU UUCP, isto é, arquivos de travamento contêm um PID como um número decimal ASCII de 10 bytes, seguido de um caractere de nova linha.
/var/log
Arquivos de log variados.
/var/preserve
Aqui é onde vi(1) grava sessões de edição que podem ser restauradas mais tarde.
/var/run
Arquivos variáveis de tempo de execução, como arquivos mantendo identificadores de processos (PIDs) e informações do usuário em forma de log (utmp). Os arquivos neste diretório geralmente são apagados quando o sistema realiza o boot.
/var/spool
Arquivos de spool (ou enfileirados) para vários programas.
/var/spool/at
Serviços no spool para at(1).
/var/spool/cron
Serviços no spool para cron(1).
/var/spool/lpd
Arquivos no spool de impressão.
/var/spool/mail
Caixas de correio dos usuários.
/var/spool/smail
Arquivos de spool para o programa de distribuição de correio smail(1)
/var/spool/news
Diretório de spool para o subsistemas de notícias.
/var/spool/uucp
Arquivos no spool para uucp(1).
/var/tmp
Como /tmp, este diretório mantém arquivos temporários armazenados por uma duração não especificada.

DE ACORDO COM

O padrão de sistema de arquivos do Linux, distribuição 1.2.

PROBLEMAS

Esta lista não é exaustiva; sistemas diferentes podem ser configurados de formas diferentes.

VEJA TAMBÉM

find(1), ln(1), mount(1), proc(5), O Padrão de Sistema de Arquivos Linux

TRADUZIDO POR LDP-BR em 21/08/2000.

Rubens de Jesus Nogueira <> (tradução) André L. Fassone Canova <> (revisão)

REFERENCED BY

⇧ Top